site yes post

Gostamos sempre de mantê-los informados. Confira a seguir a atualização da Monkeypox (varíola dos macacos) no Estado de São Paulo. 

- 240 casos confirmados, sendo:
- 208 em São Paulo;
- 6 em São Bernardo do Campo;
- 2 em Indaiatuba;
- 3 em Osasco;
- 2 em Cajamar;
- 1 em Campinas;
- 5 em Itapevi;
- 1 em Itaquaquecetuba;
- 2 em Santo André;
 - 1 em São José dos Campos;
- 2 em Sertãozinho;
- 1 em Vinhedo;
- 1 em Itararé;
- 2 em Ribeirão Preto;
- 2 em Diadema;
- 1 em Santa Barbara D'Oeste. 

Todos os pacientes estão com boa evolução do quadro e são acompanhados pelas vigilâncias epidemiológicas dos seus respectivos municípios, com o apoio do Estado.

O vírus da Monkeypox faz parte da mesma família da varíola e é importante salientar que o atual surto não tem a participação de macacos na transmissão para seres humanos. A transmissão ocorre entre pessoas e o atual surto tem prevalência de transmissão de contato íntimo e sexual.

Veja quais são os sintomas e como se prevenir:

Prevenção contra a Monkeypox (MPX)

- Evitar contato íntimo ou sexual com pessoas que tenham lesões na pele;
- Evitar beijar, abraçar ou fazer sexo com alguém com a doença;
- Higienização das mãos com água e sabão e uso de álcool gel;
- Não compartilhar roupas de cama, toalhas, talheres, copos, objetos pessoais ou brinquedos sexuais;
- Uso de máscaras, protegendo contra gotículas e saliva, entre casos confirmados e contactantes.

Sintomas da Monkeypox (MPX)

- O principal sintoma é o aparecimento de lesões parecidas com espinhas ou bolhas que podem surgir no rosto, dentro da boca ou em outras partes do corpo, como mãos, pés, peito, genitais ou ânus;
- Caroço no pescoço, axila e virilhas;
- Febre;
- Dor de cabeça;
- Calafrios;
- Cansaço;
- Dores musculares.

Em caso de um ou mais sintomas, procure orientação médica. O Hospital Yes está à disposição.


Varíola do macaco